sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Quem dera...

Quem dera que de fantasia o meu amor virasse realidade. Que esta tristeza dos meus dias se tornasse alegria... Que a saudade virasse felicidade. Quem dera que por um momento eu fosse dona dos seus pensamentos. Que vagueia pelo ar e viesse me amar... Quem dera que meus desejos e sentidos não fosse uma utopia e para sempre ao seu lado eu viveria...
Lucimar Georgetti



Nenhum comentário:

Postar um comentário